Início > Uncategorized > ARTROSE – O quê é? Como tratar?

ARTROSE – O quê é? Como tratar?

Oi gente… o assunto de hoje é dúvida de muitos! Vamos tentar explicar algumas coisas importantes em relação à artrose e, o mais importante de tudo: o que deve ser feito para prevenir e, se já instalada, para tratar e diminuir os sintomas.

O QUÊ É ARTROSE?

A artrose ou osteoartrose se caracteriza pela degeneração da cartilagem de uma articulação ou mais, podendo causar rigidez e dor articular, muito comum a partir dos 60 anos, gerando deformidades e incapacidade.

POR QUÊ OCORRE?

A artrose ocorre devido à sobrecarga da articulação, que pode ser joelhos, articulação facetária (vértebras), falanges (dedos), ombros, ATM (articulação temporo-mandibular), entre outras. Pode ocorrer devido à biomecânica postural do indivíduo, que favorece o impacto e sobrecarga articular. Pode ocorrer também devido ao processo de envelhecimento, que leva ao desgaste cartilaginoso e, assim, ao impacto articular que gera todos os sintomas característicos.

O início da artrose é incidioso geralmente os indivíduos comprometidos referem dor nas articulações pela manhã ou após longos períodos em uma mesma posição.

FISIOPATOLOGIA:

A artrose pode ser ocasionada por um defeito nas células que produzem o colágeno e os proteoglicanos que são responsáveis pela elasticidade da cartilagem. Observa-se um crescimento ósseo excessivo nas articulações, ou seja deformidades, que podem interferir nos movimentos.

SINTOMAS:

O indivíduo com artrose apresenta dor como o primeiro sintoma, ocorrendo também rigidez matinal, edemas, crepitações (estalos) ao movimento.
Esse crescimento ósseo pode gerar compressão de nervos, causando por exemplo, na região cervical e lombar, sensação de dormência, dor e fraqueza.

TRATAMENTO:

O tratamento da artrose envolve, terapia medicamentosa, fisioterapia, controle de peso e até cirurgias.

A fisioterapia deve ser feita por esse paciente logo no início da descoberta da doença, porque atua na diminuição da dor, aumento da flexibilidade, melhorando também o estado geral desse paciente. Exercícios em piscina terapêutica podem ser fortes aliados no tratamento da artrose. Além dos exercícios esse paciente podem ainda ter uma melhora através da crioterapia e das aplicações de compressas quentes que atuam melhorando o fluxo sanguineo, reduzem a rigidez e a inflamação quando esta estiver presente. Exercícios de impacto devem ser evitados.

O tratamento medicamento consiste em analgésicos ou um antiinflamatório não esteróide que podem diminuir a dor e a inflamação.

Cirurgias podem ser realizadas com o objetivo de substituir uma articulação já desgastada, melhorando a mobilidade e diminuindo a dor.

O OBJETIVO DA FISIOTERAPIA:

A fisioterapia é importantíssima no tratamento da artrose, pois busca o fortalecimento muscular e o aumento da flexibilidade, fatores cruciais no controle dos sintomas.

O fortalecimento é importante para dispersar a sobrecarga não só para a articulação, mas para a musculatura também. Músculos fortes suportam melhor o peso (e o excesso dele), aliviando a articulação que já se encontra debilitada pela diminuição da cartilagem. Alongamentos são importantíssimos, tanto para preparar os músculos para os exercícios, quanto para finalizá-los, afinal, músculos alongados suportam melhor a carga imposta pelos exercícios e pelas atividades do dia-a-dia.

Gente, é MUITO importante fazer alongamentos TODOS OS DIAS! Alongamentos simples, fáceis de fazer, mas que fazem toda a diferença para as pessoas com artrose (e as que não têm diagnóstico de artrose também se beneficiam, jovens, crianças, adultos… é uma forma de prevenção!). Força nas coxinhas, gente!!

Deitado, com a coluna lombar bem apoiada na cama, dobre a perna oposta, apoiando a planta do pé. Estenda a perna a ser alongada para cima, puxando-a com a ajuda de um lençol ou toalha no sentido da cabeça. Deve sentir a musculatura posterior da perna sendo alongada. Manter a posição por 30 segundos. Repetir com a outra perna.

Deitado, flexione ambos os joelhos e quadris, trazendo-os em direção ao peito. Abrace os joelhos e mantenha a posição por 30 segundos. Pode realizar também intercalando as pernas: Estenda a perna direita e abrace apenas a esquerda por 30 segundos. Depois repita abraçando a perna direita e estendendo a esquerda.

Gente, com alongamentos simples como esses, vocês já sentirão mudanças positivas no dia-a-dia. EXPERIMENTEM! Pelo menos 1 vez ao dia, pode ser ao acordar e à noite. Não leva nem 5 minutos, mas o resultado é poderoso e eficiente! Depois contem os resultados pra gente.

Esperamos ter ajudado, qualquer dúvida não hesitem em perguntar, aqui no blog na caixa de comentários ou por e-mail: livia08@gmail.com

Logo postaremos mais dicas de alongamentos, explicando também a importância deles na nossa vida. É um hábito que devemos adquirir em prol da nossa qualidade de vida e saúde! Vale muito a pena.

É isso por hoje…🙂

Abraços,

Lívia.

Categorias:Uncategorized
  1. Irene T. Alves
    24/08/2010 às 17:13

    Como sofro de artrose nos joelhos e, embora já fazendo fisioterapia, foi com grande alegria que me deparei com esse blog tão esclarecedor e de grande ajuda na qualidade de vida de muitas pessoas.
    Assim, por experiência própria, posso dizer, sem sombra de dúvida: obrigada, Santa Fisioterapia!
    Parabens a voces, meninas, e continuem nos ensinando.
    Irene T. Alves

  2. 12/08/2011 às 01:34

    Valeu foi muito boa dica…………… agora meu caro estou com o tornozelo ferado e joelho esta acusando esta tal de artrose …
    Pegei alguma dicas na internet coisa caseira vou dar algumas tentadas e fazer este exercicios.
    Caroço do abacate + gengibre peso +/_ igual e tritura tudo e colocar meio litro de agua e ficar por dez dias na seguencia seis trabletes de cânfora………… agora tem planta TANCHAGEM – antiflamatorio etc……..

    • 05/02/2012 às 02:02

      Oi Alberto!

      Te aconselhamos procurar um médico fisiatra para avaliar o teu caso, prescrever alguns exames para um eficiente diagnóstico.

      Cuidado com receitas caseiras, podem ser prejudiciais. Com saúde não se brinca! Procure um médico e um tratamento adequado, após parta para um fisioterapeuta, que conduzirá teu tratamento da melhor forma possível.

      Qualquer dúvida, estamos a disposição!😉

  3. 16/08/2011 às 16:16

    Olá colegas. Sou fisioterapeuta em Belo Horizonte e assim como vocês, apaixonada por este legado – que vai além de ser apenas profissão. Estou escrevendo porque me identifiquei com vocês, visto que compartilhamos do mesmo ideal e do mesmo apreço pela arte da fisioterapia. Parabéns pelo blog. Parabéns pela profissão!
    Abraços cordiais,
    Veluciata Taveira

    • 05/02/2012 às 02:00

      Oi Veluciata! Que honra receber um recado de uma colega de Belo Horizonte!
      Ficamos lisonjeadas com teu comentário, é realmente muito bom saber que nosso apreço pela profissão é compartilhado com outros profissionais… apesar das dificuldades normais que o cotidiano de fisioterapeuta nos traz, o prazer de fazer o bem e o melhor pelas pessoas está acima de tudo! Está em nossas mãos mudar a ideia errada que as pessoas têm da fisioterapia, mostrar o quanto nossa profissão é essencial para a saúde e bem estar de todos.

      Volte sempre, adoramos teu comentário.

      Beijos!

  4. gloria rivers
    13/10/2011 às 13:19

    Parabéns pelo blog!!!
    Um abraço
    Gloria Rivers

  5. 02/11/2011 às 19:31

    Gostei muito do artigo. Muito esclarecedor!
    Sou professora de educação física, atuo com pilates, yoga e também outras modalidades. Deparo-me com diversos alunos com artrose, dores articulares (principalmente coluna) entre outros problemas. Concordo que os alongamentos são de extrema importância e beneficiam muito a saúde geral do indivíduo.
    Parabéns pelo artigo!

    Ana Rosa
    http://www.yogajundiai.com.br

    • 05/02/2012 às 01:57

      Oi Ana, muito obrigada pelo comentário!
      É muito bom esse diálogo interdisciplinar, várias profissóes e pontos de vista diferentes sobre um mesmo tema, sempre enriquecedor!
      Sempre indico educadores físicos para os pacientes darem continuidade ao tratamento fisioterapêutico.
      A atividade física é literalmente imprecindível para a saúde física e mental da população e nós, profissionais da saúde, somos os responsáveis por divulgar essa ideia!

      Volte sempre aqui no blog!

      Beijos!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: